sábado, 28 de julho de 2012

POEMA: VIDA


A ÁRVORE DA VIDA (1909) DE GUSTAV KLIMT


"FIZ com a Vida o trato de receber uma moeda,
E a Vida não me pagou mais,
Embora mais tarde eu pedisse,
Ao verificar o pouco que tinha.

Porque a Vida é um patrão justo
Que dá o que você pede.
Mas, uma vez acertado o pagamento,
É preciso suportar a tarefa.

Eu me contentei com um salário vil,
Só para descobrir, consternado,
Que a Vida me pagaria de boa vontade
O que eu tivesse pedido".

_Autor Desconhecido.

***

2 comentários:

  1. Verdade!!!
    As vezes algumas situações são colocadas em nossas vidas e pode ser o que sempre pedimos. Mas muitas vezes estamos ocupados o suficiente para deixar passar as oportunidades e nos contentamos com o que a vida esta pagando!!!

    Bjs
    Leticia Valente

    ResponderExcluir
  2. Amigo, esse é um grande poema. Já o vi no livro "Pense e Enriqueça", do Napoleon Hill. Eu fiz essa burrada também.
    O autor da poesia, que nem o Hill cita, é o Jessie Belle Rittenhouse, e o nome dela é "The wage". Foi publicada em "The door of dreams".
    Confiram aqui:
    http://books.google.com.br/books?id=gXFUq7jKGtoC&pg=PA112&dq=Jessie+Belle+Rittenhouse+the+wage&hl=pt-BR&sa=X&ei=RJrVUZv8OoyE9gTDjoHgDA&ved=0CDgQ6AEwAQ#v=onepage&q=Jessie%20Belle%20Rittenhouse%20the%20wage&f=false

    Boa vida a todos. Pensem no poema e mudem suas vidas: estamos nos vendendo por pouco!

    ResponderExcluir